It is the top of the page. Skip the menu move to the content.
Kibitan Animation
Página principal > Segurança alimentícia > Segurança alimentícia > Perguntas frequentes – monitoramento de substâncias radioativas em produtos agrícolas

Perguntas frequentes – monitoramento de substâncias radioativas em produtos agrícolas

2016年11月29日更新 atualização

1. Como é detectada a radiação em produtos agrícolas e similares?

Boy
Woman

A Província de Fukushima criou um sistema em que somente produtos agrícolas seguros podem ser distribuídos e consumidos após testes de detecção de radiação de acordo com os regulamentos nacionais de monitoramento de radiação de produtos agrícolas, silvícolas e marinhos em situações de emergência. Além disso, os produtores agrícolas em cada área de produção passam por testes voluntários de radioatividade de produtos agrícolas, etc., que incluem até mesmo todos os sacos de arroz.

O monitoramento ambiental de produtos agrícolas, silvícolas e marinhos em situação de emergência é conduzido por governos provinciais, incluindo Fukushima, baseado nos "conceitos de implementação e revogação de itens e áreas sujeitos a um plano de inspeção e restrição de envio" determinados pela Sede Nacional de Resposta de Emergência a Acidentes Nucleares (com o Primeiro-Ministro como Diretor Geral).

Baseada nestas regras gerais, a província estabeleceu planos de amostragem, e está conduzindo a coleta e análise de amostras.

Os resultados de monitoramento são publicados na página da província, e também em atualizações fornecidas à imprensa.


2. Quais produtos são monitorados?

Boy
Woman

A respeito dos produtos agrícolas, silvícolas e de pesca produzidos e colhidos na Província de Fukushima, os alvos para testes são produtos agrícolas, silvícolas e de pesca no intuito de serem distribuídos e vendidos.

Em 2015, foram conduzidos testes em 496 itens, incluindo grãos, vegetais, frutas, derivados animais, e produtos marinhos.

Referência: produtos alimentícios listados pelo número de itens e número de testes (ano fiscal de 2015).

Grupo alimentício Número de itens Número de inspeções
Grãos ※Arroz integral 1 9
Outros grãos 13 2,724
Frutas e vegetais 264 4,585
Derivados de animais Leite cru 1 413
Carne 5 3,969
Ovos de galinha 1 144
Grama para gado e ração para animais - 1,148
Produtos de pesca 149 9,215
Plantas selvagens comestíveis e cogumelos 59 1,562
Outros 3 86
Total 496 23,855

※Situações em que as amostras de arroz integral estavam sujeitos a testes detalhados.

Endereços eletrônicos relacionados


3. Como são definidos os valores de referência (limites-padrão) de substâncias radioativas em produtos agrícolas?

Boy
Woman

Os limites-padrão (valores de referência) de substâncias radioativas na comida, incluindo produtos agrícolas, foram estabelecidos de acordo com a Lei de Saneamento Alimentar Japonesa como sendo de 1 mSv ou menos por ano). Portanto, o impacto da radioatividade contida na comida ao longo de uma vida inteira está em um nível suficientemente pequeno e seguro.

Os limites-padrão de césio radioativo são definidos para "água potável" , "leite", "comida para crianças", e "comida para o público em geral", respectivamente, com base no consumo alimentício.

Os limites-padrão para substância radioativas são estabelecidos de acordo com a Lei de Saneamento Alimentar.

Grupo alimentício valores de referência(Bq/kg)
Consumo de água potável 10
Leite 50
Produtos alimentícios em geral 100
Comidas para bebês 50

Endereço eletrônico relacionado


4. É feita a detecção de outros radionuclídeos além do césio radioativo?

Boy
Woman

Os limites-padrão nacionais de substâncias radioativas em alimentos como produtos agrícolas foram definidos para o rádiocésio, que consiste na maioria dos radionuclídeos emitidos pela Estação Nuclear de Fukushima Daiichi, da TEPCO. Na verdade, consideramos todos os nuclídeos lançados com meia-vida de um ano ou mais.

Os limites-padrão para o rádiocésio foram definidos anteriormente considerando a taxa de contribuição de outros nuclídeos para que, assim, a exposição adicional à radiação não exceda 1 mSv ao ano, mesmo que outros nuclídeos penetrem em comidas como produtos agrícolas.


5. Os produtos agrícolas (e similares) que contém substâncias radioativas acima dos limites-padrão são distribuídos?

Boy
Woman

No ano fiscal de 2015, notamos que os limites-padrão foram excedidos em 18 casos (0,08% do total).

O ano fiscal de 2013 registrou 419 casos (1,5% do total), e o ano fiscal de 2014 registrou 113 casos (0,4% do total). Os resultados mostram uma tendência negativa tanto nos números reais quanto nas proporções.

Número de casos de produtos agrícolas, silvícolas e de pesca testados em ambiente de monitoramento de emergência para detecção de radiação

2013 2014 2015
Número de inspeções Casos em que o nível de referência foi excedido Número de inspeções Casos em que o nível de referência foi excedido Número de inspeções Casos em que o nível de referência foi excedido
Arroz integral removido 629 28 2 0 9 2
Grãos (arroz integral removido) 4,483 55 2,473 2 2,724 2
Frutas e vegetais 5,806 0 5,850 0 4,585 0
Leite cru 405 0 408 0 413 0
Carne 4,888 0 4,319 0 3,969 0
Ovos de galinha 133 0 140 0 144 0
Grama para gado e ração para animais 2,387 19 1,527 11 1,148 0
Produtos de pesca 8,519 237 9,688 75 9,215 7
Plantas selvagens comestíveis e cogumelos 1,457 80 1,564 25 1,562 7
Outros 63 0 70 0 86 0
Total 28,770 419 26,041 113 23,855 18

6. Quantos produtos agrícolas (e similares) contendo substâncias radioativas acima dos limites-padrão foram detectados por monitoramento?

Boy
Woman

Baseando-se nas Medidas Especiais Ligadas à Lei de Preparo Contra Emergências Nucleares e na Lei de Saneamento Alimentar, que cobrem itens que excedam os limites-padrão de substâncias radioativas em produtos agrícolas, o governo nacional emite ordens de restrição ou, o governo provincial poderá exigir restrições autoimpostas para envio em cada área de produção (por exemplo, para municipalidades atuais ou antigas e também estão incluídos para produtos marinhos, fontes de água, lagos, e bacias de rios). Desta forma, evita-se a distribuição destes itens de produção em localidades afetadas.

Os resultados de monitoramento em todo o país podem ser vistos no endereço eletrônico do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar Social. Ali, é possível acompanhar o teste de substâncias radioativas em alimentos.


7. Estes produtos rurais (e similares) contendo substâncias radioativas que não estão acima dos limites-padrão são realmente seguros?

Boy
Woman

Os limites-padrão atuais foram estabelecidos pelo governo nacional para garantir que os efeitos cumulativos ao longo da vida de substâncias radioativas vindas de produtos agrícolas e similares sejam mantidos em níveis suficientemente baixos e seguros (dose anual igual ou inferior a 1 mSv) quando ingeridas regularmente.

Apesar dos efeitos do risco de exposição a baixas doses de radiação ainda serem pouco conhecidos, os efeitos de doses baixas de menos de 100 mSv são considerados tão pequenos que não podem ser comprovados cientificamente.


8. Com base nos resultados de monitoramento, como são aprovadas e revogadas as restrições de envio?

Boy
Woman

Quando detecta-se em um monitoramento que um produto agrícola contém césio radioativo que excede os limites-padrão, a província imediatamente envia um pedido de restrição autoimposta de envio a municipalidade que produziu tal artigo.

Depois disso, o item em questão é testado novamente na localidade e nos arredores sob a solicitação de restrição autoimposta. Em seguida, o governo nacional (na Sede de Resposta a Emergências Nucleares) decide a quais restrições de distribuição aquela área deve se sujeitar.

Para revogar uma restrição, são realizados testes específicos para a categoria do item em questão. No caso dos vegetais, por exemplo, mede-se o césio radioativo em mais de três localidades de cada municipalidade.

Só podemos revogar as restrições de envio quando os resultados dos testes do mês anterior forem todos iguais ou menores que os limites-padrão, e quando podemos esperar que os resultados subsequentes não excedam os limites-padrão.

Fluxograma de monitoramento de produtos para revogar restrição de envio

From monitoring to lifting restrictions flowchart

Baseado em: "Considerações sobre a implementação e revogação dos itens e áreas sujeitos aos planos de inspeção e restrições de envio" (revisão lançada pela Sede de Emergência de Respostas Nucleares, 20 de março de 2015).


9. Qual é a diferença entre "restrições de envio" e "restrições autoimpostas de envio"?

Boy
Woman

As restrições de distribuição são instruções fornecidas pelo governo nacional (Sede de Resposta à Emergências Nucleares), enquanto as restrições autoimpostas são pedidos feitos pelo governador da província.

Quando um produto agrícola com césio acima dos limites-padrão for descoberto no monitoramento do governo da província, ela imediatamente emite um pedido de restrição autoimposta de distribuição para a municipalidade em que aquele item foi produzido.

O governo nacional (Sede de Resposta a Emergências Nucleares) decide quando e quais restrições de distribuição são necessárias em uma área específica. Isto acontece após a confirmação dos testes no item relevante na localidade, após os pedidos de restrição, e também em áreas ao redor.


10. Como "pescar", "consumir" e "distribuir" diferem no âmbito das restrições autoimpostas e outras restrições?

Boy
Woman
Restrições autoimpostas na colheita
O governo provincial pede que os produtores façam a restrição autoimposta de alguns vegetais, frutas e grãos.
Independente do propósito – uso privado, envio ou vendas, – exigimos restrições autoimpostas dos itens em questão.
Restrições de pesca
O governo provincial pede restrição autoimposta ao pescadores em águas internas em casos de algumas espécies de peixe (peixes de água fresca, etc).
Pede-se restrições autoimpostas ao pescar, incluindo com anzol.
Restrições de consumo
Consumo de vegetais e alguns cogumelos restrito pelo governo nacional.
Pretende-se restringir o consumo de alguns tipos de cogumelo selvagens.
Restrições de envio
Foram impostas ordens de restrição pelo governo nacional ou pedidos de restrição do governo provincial em relação ao envio de mercadorias.
Deve-se notar que, além dos itens a serem distribuídos para mercados ou lojas com o propósito de venda, atividades que distribuem produtos de graça também estão são consideradas como "distribuição".

11. Atualmente, quais produtos agrícolas estão restritos em seu envio e consumo ou estão sob restrições autoimpostas de envio?

Boy
Woman

Dependendo do resultado do monitoramento, a lista de produtos indicados em pedidos para abstenção de consumo, envio, etc. pode ser alterada a qualquer hora.

Na Província de Fukushima, as informações sobre produtos agrícolas, etc, que estão sujeitas às restrições autoimpostas foram publicadas na página principal.

Procure aqui por informações sobre os itens e áreas em que produtos agrícolas estão sujeitos a pedidos de restrição ao consumo e envio.


12. Há algum problema no consumo pessoal de vegetais que não podem ser enviados por causa de restrições de envio?

Boy
Woman

Não recomendamos nem mesmo o consumo de vegetais e similares sob restrições de envio.

Entretanto, deve-se notar que pode-se realizar um simples teste de detecção de substâncias radioativas nos vegetais para consumo privado. Para mais informações, entre em contato com os respectivos escritórios municipais.